CART 1525
BISSORÃ - GUINÉ BISSAU - 1966-1967
Confraternização do 52º Aniversário do Regresso da Guiné
Mealhada,16 de Novembro de 2019
Grupo de Falcões à saída da missa

Clica aqui para ampliar esta foto e aqui para uma foto com todos os participantes

Os Falcões


O Benfeito da Costa, à semelhança dos últimos anos, decidiu nos oferecer um "slideshow" com uma seleção de imagens que registam um belo e bem passado dia que ficará gravado nos nossos corações. Podes visionar AQUI o excelente audiovisual da nossa reunião de 2019.
Do email que nos enviou transcrevemos "Alguns momentos altos do nosso convívio do 52º Aniversário do Regresso da GUINÉ a saber:
  • O elevado número de participantes.
  • A comparência do Sargento Marques que, apesar das dificuldades, vem, sempre que pode, obviamente com a generosidade da esposa e filha.
  • A presença da família do saudoso Alferes Oliveira que muito nos honrou.
  • A presença, sempre, bem vinda do Coronel Brito que nos surpreendeu trazendo como convidado Ença Camará, neto do nosso querido amigo Citafá Camará.
  • As já acostumadas mordomias do Serviço do Restaurante Manuel Júlio que, mais uma vez, foi de excelência.
    "De resto, salientamos a aparição, ainda que curta,  do nosso querido amigo Adrião Mateus, compreendendo, porém, as suas razões muito singulares. Foi muito bom marcar a sua presença, no fim da missa e, a meio do Encontro, aquando da sua elocução, que calou bem fundo no coração de todos os participantes. O Mateus apelou ao profundo sentimento, de cada um, referindo-se à continuação da nossa confraternização, pois ela é, acima de tudo, a razão última de continuarmos a ser uma FAMÍLIA, cujas origens recaem na vivência comum dos momentos bons e menos bons, vividos durante os vinte e dois meses que passámos, em terras da Guiné, especialmente, em Bissorã.
    De facto, este Encontro serviu para meditarmos que, apesar da estrada da vida, já percorrida, sabendo que o percurso final vai sendo, cada vez mais sinuoso e difícil, é com convicção e tenacidade que continuaremos a reunir, sempre, enquanto tivermos forças que nos permitam afirmar: “Ainda estamos vivos e dispostos a seguir o que iniciámos, há muito – Cultivar a Amizade”.
    Termina citando Buda “Em nossas vidas, a mudança é inevitável. A perda é inevitável. A felicidade reside na nossa adaptabilidade em sobreviver a tudo de ruim.”